quinta-feira, 7 de janeiro de 2010


De repente



Acomete a ti que eu esteja perto;
acomete a mim, de repente,
qualquer sentido nosso, aqui junto
– ataca, ainda, quando teu ar está longe.
Isso que acontece entre a gente,
é a falta cheia de ausência;
que, cheia de aquém, enche só ao teu lado.


Caxias, 06-01-2009.
Junior Magrafil.

3 Comentários:

João Pierrot disse...

hunm...
gostei..
rsr
ta lindooooo
xD

revolucionario disse...

sempre poetico..posta mais..n deixa teu blog muito tempo parado..vc eh otimo

*Junior A. Magrafil disse...

ahh...obrigado pelos comentários...
ultimamente estive bem ocupado...
mas sempre ki posso estou postando novidades aki..

Abração!

Postar um comentário

 

Copyright © 2010 .: Permita-se :. Poemas de Magrafil | Design by Junior A. Magrafil