segunda-feira, 8 de novembro de 2010


Joguete final


Perdiam um, dois, até de três;
jogavam e perdiam em suas mãos.
Agrupados, individualmente, que seja,
todo amor naquele jogo fora.

Ela de um lado, eles do outro;
eles sonhando estar naquele
– e nada.

Mas que por milagre, muda-se o roteiro,
a Dama de Vermelho quer véu branco,
o cavalheiro do outro lado ganha o jogo
e neste lado termina o embate.


Caxias,
Junior Magrafil (02-11-2010).

1 Comentários:

Anônimo disse...

*-*

Postar um comentário

 

Copyright © 2010 .: Permita-se :. Poemas de Magrafil | Design by Junior A. Magrafil