quinta-feira, 8 de abril de 2010


Teu; tua

Teu ar me sucumbe,
me logra sem trapo,
e até mesmo com.

Teu corpo me mata,
me almeja pensar
no tato manso.

Tua boca me lança
pra longe daqui;
sem juízo desejo.

Tua pele me roça
a tez da minha mão,
e, da alma, superfície.

Teu olhar pequeno
me escorre ventura:
cálido amor.


Caxias,
Junior Magrafil.

1 Comentários:

I'm just a little bossy. disse...

Aimmm Juh, seu Blog tá muitoooooo cool, ainda bem que você fez um viu, você escreve muita coisa legal ;)
Melhor ainda compartilhar com os amigos \o/

Nota 1000.

Beijokas Bee.
(Andy Azevedo)

Postar um comentário

 

Copyright © 2010 .: Permita-se :. Poemas de Magrafil | Design by Junior A. Magrafil